Se não tem arroz, que comam macarrão? O que considerar, do valor nutritivo aos preços

Se não tem arroz, que comam macarrão? O que considerar, do valor nutritivo aos preços

Com o preço do arroz em alta, ouvimos o presidente da Associação Brasileira de Supermercados, João Sanzovo Neto, defender a substituição do arroz por macarrão. Ele disse que os supermercados passariam a promover o consumo de massas.

A repórter Laís Alegretti conversou com especialistas em nutrição, economia e sociologia e, neste vídeo, ela explica que a substituição do arroz pelo macarrão não é tão simples assim – considerando os nutrientes, os costumes dos brasileiros e até os preços nos mercados.

Sr Administrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *