Consumo em restaurantes após reabertura é 26% menor, diz pesquisa

Consumo em restaurantes após reabertura é 26% menor, diz pesquisa

O número de restaurantes abertos em agosto subiu após a flexibilização das restrições de funcionamento em estados como São Paulo e Rio de Janeiro. Mas o movimento de clientes ainda não voltou ao patamar pré-pandemia, e o consumo nesses estabelecimentos ficou 26,5% menor na comparação com o mesmo mês de 2019.

É o que aponta pesquisa feita pela Fundação Instituto de
Pesquisas Econômicas (Fipe) com base nos dados sobre a utilização dos cartões
Alelo Alimentação e Alelo Refeição, em todo o Brasil.

“Nosso entendimento é que a flexibilização promoveu reabertura, mas isso ainda não foi suficiente para trazer de volta os hábitos de consumo anteriores”, disse em nota Cesário Nakamura, presidente da Alelo. Ele destacou ainda a “menor exposição dos consumidores e afastamento de trabalhadores dos seus locais de trabalho” como fatores que puxaram o resultado para baixo.

Supermercados vendendo mais

Enquanto os restaurantes ainda veem retração no movimento, os supermercados tiveram crescimento de 5,8% no total gasto pelos clientes em agosto, ainda na comparação com o mesmo mês de 2019.

Segundo os pesquisadores da Fipe, os resultados – em linha com o registrado nos meses anteriores – apontam para relativa estabilização do quadro de consumo no segmento de supermercados.

A pesquisa também revela novos hábitos do consumidor nos supermercados, com compras de maior valor e menor frequência. Isso porque, apesar da estabilidade na quantidade de estabelecimentos que realizaram transações e o aumento no consumo, o volume de transações caiu 15%.

Leia também: Adaptação digital e vendas pela internet não impedem tombo de serviços no PIB

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Mantenha seu padrão de vida mesmo depois de aposentar. Invista na Previdência Privada Easynvest!

Sr Administrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *