Quais países tiveram mais impacto na economia com a covid-19? Veja ranking

Quais países tiveram mais impacto na economia com a covid-19? Veja ranking

Em uma lista com 50 países, o Brasil ocupa a 34ª posição entre os que tiveram o Produto Interno Bruto (PIB) mais impactado pela pandemia da covid-19. É o que aponta um levantamento feito pelo InvestNews considerando as projeções para a economia antes da crise do coronavírus e o resultado efetivamente alcançado.

A lista considera as previsões feitas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) em outubro de 2019 – ou seja, antes da eclosão da crise da pandemia – e o levantamento dos resultados do PIB de diversos países feito pelo economista Alex Agostini, da Austin Rating.

Antes da pandemia –, o FMI previa que a economia brasileira fosse crescer 2,04% em 2020. O resultado, no entanto, foi um tombo de 4,1%, segundo o dado oficial divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). O número significa uma diferença de mais de 6 pontos percentuais em relação à previsão pré-pandemia. Apesar da perda, no entanto, a diferença ficou abaixo da média de 7 pontos negativos da lista dos 50 países.

Entre os 50 países da lista, a média das previsões do FMI em outubro era de crescimento de 2,55%. O que se viu, no entanto, foi um tombo médio de 4,8%.

O que teve o maior impacto foram as Filipinas, com uma diferença de mais de 15 pontos percentuais entre a previsão de crescimento de 6,18% no cenário pré-crise e o tombo de 9,3% do PIB. Já Taiwan foi o único que teve resultado melhor que o previsto, com PIB positivo de 3,1% em 2020 – maior que a previsão de 1,93% do FMI em outubro de 2019.

Ranking de 2020

Considerando o resultado do PIB de 2020, o Brasil teve a 30º maior queda na lista de países feita pelo economista Alex Agostini. O pior resultado foi o do Peru, que viu sua economia encolher 11% no ano passado, enquanto a ponta positiva foi liderada por Taiwan.

Veja a lista completa:

RANKING PAÍS Resultado do PIB em 2020
Taiwan 3,1%
China 2,0%
Turquia 1,6%
Noruega -0,8%
Lituânia -0,9%
Coréia do Sul -1,0%
Nigéria -1,9%
Indonésia -2,0%
Israel -2,2%
10º Polônia -2,7%
11º Finlândia -2,8%
12º Suíça -2,9%
13º Estônia -3,0%
14º Suécia -3,0%
15º Dinamarca -3,4%
16º Estados Unidos -3,5%
17º Letônia -3,6%
18º Holanda -3,8%
19º Romênia -3,8%
20º Bulgária -3,8%
21º Brasil -4,1%
22º Arábia Saudita -4,1%
23º Ucrânia -4,2%
24º Japão -4,8%
25º Hungria -4,8%
26º Chipre -5,1%
27º Eslováquia -5,2%
28º Alemanha -5,3%
29º Canadá -5,3%
30º Cingapura -5,4%
31º Eslovenia -5,5%
32º República Tcheca -5,6%
33º Malásia -5,6%
34º Hong Kong -6,2%
35º Tailândia -6,2%
36º Bélgica -6,3%
37º Islândia -6,6%
38º Colômbia -6,8%
39º Índia -6,8%
40º Áustria -7,4%
41º Portugal -7,6%
42º Croácia -8,1%
43º França -8,2%
44º México -8,3%
45º Tunísia -8,8%
46º Itália -8,8%
47º Filipinas -9,3%
48º Reino Unido -9,9%
49º Espanha -11,0%
50º Peru -11,1%
Fonte: Austin Rating

O resultado do Brasil foi ligeiramente melhor que a queda média de 4,8% dos países analisados. A perda, no entanto, fez com que o país deixasse a lista das 10 maiores economias do mundo, passando para a 12ª posição.

Veja abaixo:

Posição no ranking País PIB – US$ BILHÕES CORRENTE
Estados Unidos 20.807,3
China 14.860,8
Japão 4.910,6
Alemanha 3.780,6
Reino Unido 2.638,3
Índia 2.592,6
França 2.551,5
Itália 1.848,2
Canadá 1.600,3
10º Coréia 1.586,8
11º Rússia 1.464,1
12º Brasil 1.420,6
Fonte: Austin Rating

Leia também:

Conheça a melhor plataforma de investimentos do Brasil: acesse a Easynvest e comece a ganhar dinheiro agora!

Sr Administrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *